O comissário-chefe das eleições nas Maldivas confirmou há pouco que o segundo turno das eleições para a presidência no país acontecerão neste domingo, dia 10. No entanto, o início da votação terá um atraso de cinco horas, atendendo em parte ao pedido do candidato Abdulla yameen, que queria mais tempo (48 horas) para realização do segundo turno.

Abdulla yameen, que recebeu 31% dos votos, disputa a presidência das Maldivas com o líder da oposição, Mohamed Nasheed, que teve cerca de 46% dos voto populares. "Vamos em frente com as eleições de domingo. Alterar a data vai causar uma série de dificuldades", disse Thowfeek. Segundo a Constituição do país, um novo presidente deve ser empossado até segunda-feira, 11.