Um episódio no Distrito Federal no qual um professor foi denunciado por cobrar de alunos de 10 anos uma redação sobre temas sexuais levou a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, a citar no Twitter o lançamento de um canal pelo qual casos como esse poderiam ser denunciados. Nesta terça-feira (19), em Belo Horizonte, a ministra confirmou a criação do canal, mas não deu detalhes de como ele funcionaria. “É um projeto do Ministério da Educação e nós vamos atuar no sentido de apoiar as famílias em casos assim. A escola não pode ensinar nada que atente contra a moral, a religião e a ética das famílias”, completou.

Damares Alves

Damares afirmou que a educação sexual deve estar nas escolas, mas para empoderar crianças

Mesmo sem destrinchar a ideia, a ministra garantiu que professores não sofrerão nenhum tipo de sanção caso sejam denunciados. As formas de investigação, recebimento de denúncias e o que são consideradas abordagens inapropriadas não foram explicadas pela ministra.

Damares foi questionada sobre a impressão de censura que pode ser causada, mas negou a prática e declarou que a medida é também uma demanda dos educadores. “O que queremos é que sejam respeitadas as faixas etárias e que cada conteúdo seja aplicado de forma adequada à idade da criança”.

Nesse sentido, Damares também afirmou que a educação sexual deve estar presente nas escolas, mas atuando no sentido de empoderar as crianças. A ministra citou o episódio de abuso sexual que sofrera aos seis anos. "Eu não sabia se deveria gritar, não sabia o que fazer, e o que eu quero é que as crianças aprendam o que não pode ser feito a elas por outros”.

A reportagem entrou em contato com o Ministério da Educação e aguarda retorno sobre a confirmação do lançamento do canal.

Creche Universal

Ainda com foco na educação de crianças, Damares afirmou que o governo de Jair Bolsonaro deve anunciar ainda neste ano o programa Creche para Todos, cujo objetivo é zerar o número de crianças sem o benefício no Brasil. O projeto deve ser anunciado nos próximos dias pelo Ministério da Educação.

“Crianças na creche, creches melhores, creches bem equipadas, para crianças de 0 a 4 anos”, detalhou a ministra, sem especificar datas.

O Pacto pela Infância também foi abordado, o qual foi referido pela ministra como “o maior pacto pela infância do Brasil, talvez do mundo”.

Damares em BH

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos está em BH nesta terça-feira para receber o título de Cidadã Honorária de Minas Gerais. A cerimônia de entrega será às 19h na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 

Durante a manhã, Damares participou de uma audiência pública sobre automutilação e suicídio. Diversos apoiadores da ministra estiveram na ALMG e a ouviram falar sobre família e defesa da vida contra o aborto. Deputados estaduais como Coronel Sandro e Bruno Engler participaram dos eventos.