Em uma disputada acirrada, quase voto a voto no fim da apuração, Marília Campos (PT) é eleita, com 51,35 dos votos válidos, para a Prefeitura de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, terceiro maior colégio eleitoral do Estado. Seu adversário, Felipe Saliba (DEM), obteve 48,65%.

Na disputa deste segundo turno, Marília Campos conquistou 147.768 votos válidos. Saliba ficou com 139.987. Assim, a vitória suada da petista foi pela margem apertada de 7.781.

De volta

Deputada federal, Marília Campos já administrou Contagem em dois outros mandatos, iniciados em 2005 e em 2013. De 1990 a 1995, ela presidiu o Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte.