A Schahin Engenharia foi acusada pelo Comando da Aeronáutica de dever ao órgão R$ 14 milhões, referentes às antecipações de pagamentos da obra do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (Ciaar), em Lagoa Santa, na Grande BH, em abril deste ano. O fato foi revelado com exclusividade pelo Hoje em Dia. As atividades que eram realizadas pela empresa foram paralisadas quando faltavam 15% para conclusão da obra.

Mais de 200 operários foram demitidos, o que motivou protestos e ações no Ministério do Trabalho, uma vez que as homologações das rescisões de contratos e os respectivos acertos não foram feitos. Em junho, a Aeronáutica cobrou da Schahin Engenharia multas que ultrapassam os R$ 2,5 milhões. Sem previsão para conclusão, o Ciaar custará R$ 237,6 milhões – R$ 21,2 milhões a mais que o previsto inicialmente.