O empresário mineiro vem resgatando, aos poucos, a confiança no setor da indústria da construção. Conforme pesquisa do  Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), o indicador de expectativas para os próximos seis meses em outubro foi de 50,7 pontos, correspondendo ao terceiro mês sucessivo acima da linha dos 50 pontos - que separa a queda do crescimento - , após 27 meses de números negativos. 

“Entendemos que após a mudança de governo houve uma melhora em alguns setores macroeconômicos que geraram esse aumento na confiança do setor”, explica Evandro Veiga Negrão de Lima Junior, vice-presidente de comunicação do Sinduscon-MG. 

Outro indicador que demonstra novo fôlego do empresário no setor da construção civil é que, em agosto, o estoque de apartamentos novos em Belo Horizonte e Nova Lima registrou queda de 2,3% em agosto, em relação ao mês de julho, conforme dados  da Pesquisa do Mercado Imobiliário do Sinduscon-MG. “Para você comprar a casa própria, é preciso ter confiança. Sofremos muito neste ano, mas vamos fechar 2016 melhor do que abrimos”, finaliza Junior. 

Premiação

Nesta terça-feira (29), um relatório das ações anuais do Sinduscon-MG será apresentado a mais de mil empresários e autoridades do setor da construção civil. O encontro marcará os 80 anos do sindicato, que também entregará duas premiações:  a Medalha Wady Simão e o  1º Prêmio Sinducon-MG de Jornalismo.

A medalha é destinada às empresas da Construção Civil ou instituição mineira que tenham contribuído de forma significativa para o desenvolvimento do setor. A concessão da honraria ocorre a cada três anos. 

Já o prêmio de jornalismo buscou reconhecer e estimular o trabalho dos profissionais de imprensa na promoção do debate público sobre o setor da Construção Civil. Os trabalhos inscritos foram publicados entre 1º de janeiro e 21 de outubro. O vencedor foi definido por uma comissão que reuniu representantes do Sinduscon-MG e profissionais da área de Comunicação Social.

Leia mais:
CNI pede fim da burocracia e estímulo aos investimentos
Minas e outros quatro estados responderam por quase dois terços do PIB do país em 2014, diz IBGE
Buffets e padarias de BH esperam crescimento nas vendas de até 30% com cardápios de fim de ano
Henrique Fogaça, do MasterChef, planeja franquia de ‘gastropub’ em BH