O Governo de Minas, por meio de publicação nas redes sociais, anunciou, nesta quarta-feira (6), a escala de pagamento do funcionalismo público do Estado para os meses de fevereiro e março de 2019. O secretário da Fazenda, Gustavo Barbosa, apareceu em vídeo nos perfis de Romeu Zema apresentando o plano de pagamento. A primeira parcela deste mês será quitada na próxima quarta-feira (13), sendo que serão pagos até R$ 2 mil para todas as categorias e até R$ 3 mil para os servidores da Saúde e Segurança Pública. 

A segunda parcela do pagamento de fevereiro será depositada no dia 25 de fevereiro, pagando o restante dos salários dos trabalhadores. De acordo com o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, a divulgação do cronograma foi adotada também para o mês de março para dar mais previsibilidade sobre o pagamento do ordenado. “Seguimos essa orientação dada pelo governador Zema para que haja o provisionamento dos salários também para março”, disse. 

O mesmo formato de fevereiro será mantido em março, quando a primeira parcela será depositada no dia 13. Entretanto, a segunda parcela do próximo mês só será quitada no dia 26. "Com muito trabalho, esforço e transparência estamos organizando o caixa para dar mais previsibilidade nos pagamentos dos servidores e tirar Minas do vermelho", finaliza o governador. 

13º em onze vezes 

No fim de janeiro, o governador anunciou que o 13º dos servidores públicos do Estado, que não foi pago na gestão do ex-governador Fernando Pimentel (PT), será parcelado em 11 vezes. As parcelas serão quitadas no primeiro dia útil após o dia 20 de cada mês, a partir de fevereiro, segundo o governador.

Ao todo, 679.867 mil funcionários — sendo 256.081 inativos e 52.000 pensionistas — do Estado aguardam o recebimento do 13º salário não quitado por Pimentel. A folha de pagamento mensal do funcionalismo público gira em torno de R$ 2,1 bilhões. O petista deixou para anunciar, no dia 28 de dezembro, que não teria condições de arcar com os vencimentos devido à falta de recursos. No ano passado, Pimentel parcelou o salário dos servidores em quatro vezes.

Confira o vídeo: 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Romeu Zema (@romeuzemaoficial) em

Leia mais
Governo vai restringir concursos públicos; prefeituras mineiras contratam
Pagamento do 13º salário dos servidores de Minas será feito em 11 parcelas, informa Romeu Zema
Governo de Minas cancela anúncio sobre o 13º salário por causa da tragédia em Brumadinho