As escolas públicas estaduais na região metropolitana de Belo Horizonte iniciarão o penúltimo dia de designações, nesta quinta-feira (4), com 4,5 mil vagas no quadro de profissionais. A substituição dos postos deixados com o fim da Lei 100 na Grande BH foi prejudicado por um problema técnico no sistema de divulgação de editais que adiou o processo.

Com isso, a Secretaria de Estado de Educação tem até sexta-feira para preencher as milhares de vagas remanescentes antes do início do ano letivo, previsto para o dia 11. Para quem pretende se candidatar, o único cargo que não está disponível na região metropolitana é o de Analista Educacional (inspetor escolar). Para todos os outros existem ofertas.

Entre as cidades, a que ainda restam mais vagas é Belo Horizonte. São, ao todo, 2,3 mil postos de trabalho disponíveis, sendo que o para Professor de Educação Básica é o mais ofertado: 1,6 mil. Em seguida, estão os municípios de Ribeirão das Neves (493), Contagem (400) e Betim (285).

O levantamento foi realizado pela reportagem através do site disponibilizado pelo governo para a publicação de editais. A pesquisa foi feita entre 21h e 22h desta quarta-feira, portanto, quando os trabalhos de designação já haviam encerrados.

Como o sistema é atualizado constantemente, os números podem sofrer alterações se a direção de alguma unidade de ensino incluir ou retirar um edital. O processo de designação será retomado às 9h desta quinta-feira e a previsão é que seja encerrado no dia seguinte.