Esportivos franceses desapareceram do mercado nos últimos anos. Os que persistiram são versões de hatches como o Renault Mégane R.S., uma vez que o belo Peugeot RCZ está longe de ser um verdadeiro esportivo. Mas a Renault quer mudar este cenário com o retorno da Alpine, marca adquirida pela gigante francesa em 1973.

A fabricante, que ficou famosa pelo belíssimo cupê A110, na década de 1960, e que inspirou no Brasil o Willys Interlagos, reativará suas operações no ano que vem com um cupê de alta performance para disputar terreno com modelos como Audi TT e até mesmo Porsche Cayman.

Depois de ter sido apresentado em uma versão conceitual com ares de competição, a Alpine acaba de apresentar o Vision Concept, versão praticamente definitiva do sucessor do A110, que promete motor anabolizado capaz de fazê-lo acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos.

A unidade em questão é novíssimo propulsor turbo 1.8 TCe de 300 cv, desenvolvido não apenas para o cupê, mas também para demais esportivos da Aliança Renault-Nissan, como a próxima geração do Mégane R.S. e esportivos japoneses com a chancela Nismo. A transmissão será uma caixa automatizada de dupla embreagem em seis marchas, fornecida pela Getrag.