Vinte e quatro municípios mineiros receberam, ontem, doações consideradas importantes para o fomento à agricultura familiar. Chamado de patrulha mecanizada, o kit contendo trator de roda, carreta com capacidade para quatro toneladas e grade aradora foram entregues pelo governador Fernando Pimentel em solenidade realizada no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte.

A iniciativa integra o programa Tecnocampo. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), a proposta é formular, implementar e coordenar políticas públicas voltadas ao desenvolvimento rural, viabilizando o acesso a informação, tecnologia, assistência técnica e social.

Cada kit custa em torno de R$ 98 mil. Ao todo, foram investidos R$ 2,35 milhões na compra dos veículos e equipamentos que serão utilizados nos serviços de recuperação de solos, preparo de áreas para plantio, tratos culturais, colheita, construção, recuperação e conservação de estradas vicinais. 

No evento, Fernando Pimentel disse que esse tipo de doação não é comum nos estados. “E elas são muito necessárias, especialmente num estado como Minas Gerais, com uma vocação agrícola fortíssima”, completou. 

O governador exemplificou com Entre Folhas, cidade do Vale do Aço com sete mil habitantes. Lá, o destaque fica por conta da produção de agricultura familiar de hortifrutigranjeiros. Segundo Pimentel, os equipamentos são úteis para municípios com esse perfil.

Para o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leitão, investimentos no setor promovem a economia mineira. “Gera oportunidade, mesmo neste momento difícil para o país. Este segmento responde por quase um terço do PIB e nunca para. E, independentemente da crise, colhe e planta, gera renda e riqueza para o Estado. A agricultura neste governo tem respondido com ações simples, mas que geram oportunidade para os jovens e o homem do campo”.

Pedro Leitão disse ainda que os resultados positivos nesta área estão ligados também às ações integradas entre a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Minas Gerais (Emater).

Mecanização

De acordo com o Estado, a oferta de mecanização aos municípios contribui para a redução da falta de mão de obra no campo, aumenta a produtividade e a renda dos agricultores familiares. Ailton Silveira Dias, prefeito de Entre Folhas, afirma que as máquinas poderão atender até sete famílias por dia.

Além disso, os equipamentos contribuem para a preservação ambiental, uma vez que reduz a erosão das áreas agricultáveis e assoreamento dos cursos d’água e das nascentes. Gerida pelas associações de produtores rurais, a iniciativa também fortalece o associativismo e cooperativismo.