O Consulado dos Estados Unidos em Belo Horizonte, que teria capacidade para emitir até 8 mil vistos por mês, não será mais construído. O anúncio foi feito pela embaixada americana que, ao revogar a decisão, alegou a baixa procura para tirar o documento na capital mineira. 

"Após uma cuidadosa análise da demanda de vistos e da capacidade dos serviços consulares já oferecidos em todo o Brasil, o Departamento de Estado dos EUA não construirá um novo consulado em Belo Horizonte em um futuro previsível", explicou.

Com isso, os mineiros que querem autorização para viajar para os EUA devem procurar a embaixada em Brasília ou os consultados do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Porto Alegre. 

Na capital mineira, conforme assegurou o governo norte-americano, será mantido o Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), que oferece os serviços de renovação de visto e registro biométrico. O CASV fica na rua Maranhão, número 310, no bairro Santa Efigênia, região Leste da cidade.

A construção do consulado em BH foi anunciada em 2011 e estava prevista para ser entregue em 2016. A sede seria no edifício Panorama, no bairro Santa Lúcia, região Centro-Sul da capital.

Obras

Apesar de ter desistido da capital mineira, o governo norte-americano está investindo mais de US$ 1,2 bilhão para construir um novo complexo na embaixada em Brasília e em novas instalações nos consulados gerais no Rio de Janeiro e em Recife.

Intercâmbio

Mesmo com o cancelamento do consulado em BH, a embaixada americana garantiu que o Escritório da Embaixada dos EUA instalado na cidade continuará a oferecer intercâmbios educacionais, culturais e profissionais. Além disso, o país norte-americano destacou que a equipe diplomática está empenhada em aumentar outras ações que desenvolvem em Minas Gerais, como oferecer aulas de inglês para alunos da rede pública.

"O engajamento com o público local continuará também através dos sete Centros Binacionais, distribuídos no Estado de Uberlândia a Juiz de Fora. Além disso, os quatro escritórios do EducationUSA – fonte oficial de informações para quem quer estudar nos Estados Unidos – localizados em Uberaba, Juiz de Fora e em dois espaços em Belo Horizonte, seguirão oferecendo serviços gratuitos de aconselhamento", informou.