BAMAKO - O exército malinês anunciou nesta sexta-feira (18) que recuperou o controle total da localidade de Konna (centro do país) na quinta-feira (17), cuja tomada no dia 10 de janeiro por combatentes islamitas precipitou a intervenção francesa no Mali.

"Recuperamos o controle total da localidade de Konna, depois de termos infligido grandes perdas ao inimigo", assegurou o exército malinês em um breve comunicado.

Esta informação foi confirmada por uma fonte de segurança nacional.

O ministro francês da Defesa, Jean-Yves Le Drian, reconheceu no dia 15 de janeiro que o exército do Mali ainda não havia recuperado Konna, situada 700 km a nordeste de Bamako.

A zona não é acessível a observadores independentes.

Na quarta-feira (16) e, posteriormente, na madrugada de quinta-feira, soldados do Mali apoiados por militares franceses enfrentaram islamitas armados perto de Konna.

No dia 10 de janeiro, a queda de Konna por uma ofensiva surpresa dos combatentes islamitas desencadeou a intervenção da França, que temia um avanço dos islamitas em direção a Bamako (sul).

No início, as forças francesas intervieram com bombardeios aéreos e depois com efetivos terrestres.