O Presidente e criador do Facebook, Mark Zuckerberg, divulgou nesta quinta-feira (17) em sua página pessoal na rede social um comunicado (completo no fim da matéria) criticando o bloqueio do Whatsapp no Brasil.
 
Segundo o CEO, a empresa está "trabalhando duro para reverter essa situação" e que "este é um dia triste para o país". zukerberg afirmou ainda que está "chocado" com a decisão da justiça em punir o aplicativo por "proteger dados pessoais".
 
A decisão também foi reprovada por Jan Koum, cofundador e presidente-executivo do Whats app. Ele também acredita que os maiores prejudicados serão os usuários brasileiros e, assim como Zuckerberg, ele classificou o episódio como "triste".
 
Bloqueio
 
A Justiça de São Paulo determinou nesta quarta-feira (16) o bloqueio do funcionamento do aplicativo WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas a partir da 0h desta quinta-feira (17).
 
As operadoras de telefonia celular receberam determinação judicial e, por meio do Sinditelebrasil, afirmam que cumprirão a determinação judicial. A medida foi imposta sob pena de multa. A Justiça não divulgou o nome do autor da ação, que está sendo mantido sob sigilo.
 
As teles já vinham reclamando ao governo que é preciso regulamentar o serviço do aplicativo, que faz chamadas de voz via internet. Para elas, esse é um serviço de telecomunicações e o WhatsApp, e demais aplicativos do gênero, não poderiam prestar porque não são operadores.
 
Recentemente, o presidente da Vivo, Amos Genish, disse em um evento que o aplicativo prestava um serviço "pirata" e defendeu regulamentação.
 
O Facebook adquiriu o aplicativo Whatsapp em 2014 por 22 bilhões de dólares.
 
Nota completa
 
"Hoje à noite, um juiz brasileiro bloqueou o WhatsApp para mais de 100 milhões de usuários do aplicativo no país.
Estamos trabalhando duro para reverter essa situação. Até lá, o Messenger do Facebook continua ativo e pode ser usado para troca de mensagens.
 
Este é um dia triste para o país. Até hoje o Brasil tem sido um importante aliado na criação de uma internet aberta. Os brasileiros estão sempre entre os mais apaixonados em compartilhar suas vozes online.
 
Estou chocado que nossos esforços em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz.
 
Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão. Se você é brasileiro, por favor faça sua voz ser ouvida e ajude seu governo a refletir a vontade do povo".