Fiat emenda semana do Carnaval em Betim para ajustar estoques

Bruno Porto - Hoje em Dia
12/02/2015 às 07:54.
Atualizado em 18/11/2021 às 06:00
 (CARLOS RHIENCK/ 15/04/2014)

(CARLOS RHIENCK/ 15/04/2014)

Com vendas em forte retração, a indústria automotiva vai prolongar o feriado de Carnaval para ajustar estoques. O setor encerrou o ano de 2014 com queda de 7,1% nos emplacamentos de veículos e contabilizou redução de 18,1% em janeiro deste ano na comparação com igual mês do ano passado.

Instalada em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a Fiat vai parar de segunda a sexta-feira. Tradicionalmente, a montadora italiana concede folgas aos trabalhadores das linhas de produção de segunda a quarta-feira. No entanto, neste ano a produção vai “emendar” a quinta e a sexta-feira. Em nota, a empresa confirmou que a motivação é o ajuste de estoques.

A montadora não informou qual o universo de trabalhadores impactados pela medida e a quantidade de veículos que deixarão de ser produzidos. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, o ritmo de produção atual é de 3 mil veículos por dia e os cerca de 16 mil funcionários receberão a folga.

O presidente do sindicato, João Alves, ainda informou que o cinturão de fornecedores diretos da Fiat deverá acompanhar a decisão da empresa e colocar seus trabalhadores de folga. Como essa medida é individual de cada empresa, ele preferiu não precisar o contingente de trabalhadores afetados.

Na Iveco, braço do grupo Fiat no setor de caminhões e comerciais leves, com planta em Sete Lagoas, na região Central, a paralisação das linhas de montagem também vai se estender de segunda a sexta-feira na próxima semana. Segundo a assessoria de imprensa da companhia, não haverá comprometimento da produção.

A área de manufatura da unidade de veículos comerciais da Iveco já havia concedido férias coletivas no período entre 15 de dezembro de 2014 a 14 de janeiro deste ano. A Mercedes-Benz, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, manterá inoperante as linhas de montagem apenas na segunda e terça-feira de Carnaval. Conforme informou a assessoria de imprensa da montadora alemã, os cerca de 800 trabalhadores da planta serão impactados.

Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), o estoque de veículos no país em janeiro estava em 318,5 mil unidades, o correspondente a 38 dias de vendas.

Sul

Os cerca de 6 mil funcionários da fábrica da Marcopolo em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, discutem uma proposta de concessão de férias coletivas e a flexibilização de jornada, com o objetivo de adaptar a rotina à baixa demanda e, desta forma, evitar demissões. O resultado deve ser conhecido hoje.

A primeira proposta diz respeito às férias coletivas neste mês, motivadas pelo menor volume de trabalho por conta do Carnaval.

Em princípio, a montadora interromperia as atividades entre 16 e 25 de fevereiro, mas agora pretende estender a paralisação até o dia 27. O outro projeto prevê que os funcionários trabalhem até seis dias a menos por mês em março, abril e maio.
 

Compartilhar
Logotipo Hoje em DiaLogotipo Hoje em Dia

Fale conosco: (31) 3253-2207

ASSINEDigitalATENDIMENTO AO ASSINANTEBelo Horizonte 31 3236-8000Interior 31 3236-8000
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por