Transformar o Minas Trend, semana de moda do Estado e maior salão de negócios do setor na América Latina, em uma plataforma de lançamento de inovações da indústria local e nacional é o que pretende a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), realizadora do evento, que começou nesta terça-feira (22).

“Entendemos que é dessa maneira que o evento ficará mais forte. As inovações que são criadas aqui merecem ser destacadas, mas às vezes a própria fábrica não tem condições de fazer. Queremos apresentar o DNA da indústria mineira, e pretendemos que a plataforma para isso seja o Minas Trend”, destacou o presidente da entidade, Flávio Roscoe, em coletiva à imprensa na manhã desta terça.

Abertura Minas Trend 25ª

Semana de moda mineira termina na sexta-feira (25)

Com a redução de 20% no valor dos estandes, e apostando em uma melhora da economia já em 2020, mais de 270 expositores estarão fechando os pedidos para a temporada de Outono-Inverno do ano que vem até sexta-feira.

“O evento está mais estruturado, dialogando com a sociedade, e com ações transversais como o Congresso da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), com 400 participantes, muitos que ainda não vieram ao Minas Trend. Ainda nesta edição, pretendemos fazer o lançamento da Feira Têxtil. Com isso, iremos interligar mais um elo da cadeia produtiva da moda ao Minas Trend”, explicou Roscoe.

O acesso ao espaço é limitado a compradores e empresários de moda, mas há vários eventos paralelos no foyer do Expominas, aberto ao público. Confira aqui a programação.

Leia mais:

Minas Trend traz pureza do branco para a passarela do Outono-Inverno 2020

Diretor-criativo do Minas Trend propõe discussões para além da moda