Após ficar fora do segundo turno, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, se pronunciou por meio de nota. Ele disse que fez uma campanha "verdadeira, transparente e propositiva" e agradeceu os 2 milhões de votos recebidos. 

"O resultado das urnas é soberano. Esperamos que o próximo governador do Estado mantenha os interesses dos mineiros à frente de quaisquer outros", afirmou.

Pimentel não disse quem apoiará no segundo turno. "Continuaremos defendendo que o amor e a esperança vençam o ódio e a intolerância." O governador mineiro ficou em terceiro lugar, com 22,94% dos votos, perdendo para Romeu Zema (Novo), e Antonio Anastasia (PSDB).