O presidente da França, François Hollande, e outras autoridades participaram neste domingo (10) de uma cerimônia especial em memória dos que morreram em atentados islamitas em Paris e em outros pontos do país em 2015. O ano passado foi de reiterados ataques ao estilo de vida europeu, com consequências em vários momentos mortais.

Hollande e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, inauguraram neste domingo uma placa em memória das vítimas do ataque à revista satírica Charlie Hebdo, a um supermercado de produtos kosher (para judeus), a um show de rock, a cafeterias, a um estádio e a outros locais. A cerimônia ocorreu na Praça da República, que se converteu em símbolo da solidariedade dos parisienses desde os atentados.

O roqueiro francês Johnny Hallyday, um ícone nacional, deve atuar com o coro do Exército em um sóbrio recital. Foram mortas nos atentados do ano passado no país cerca de 150 pessoas, além de vários dos autores dos ataques. Fonte: Associated Press.