A Audi apresenta no Salão de Xangai o conceito AI:ME. Trata-se de um automóvel pensado para megacidades, com alto nível de densidade populacional, que demandarão soluções inteligentes e limpas de mobilidade. O carro chega com condução autônoma nível 4, que significa que o motorista tem a escolha de deixar que o automóvel trafegue sozinho até o destino, sem intervenção. No entanto, ainda é dotado de volante e pedais, caso o dono queira assumir o controle. 

Dessa forma, o AI:ME tem uma arquitetura interna que faz dele uma sala de estar em movimento. nÉ bem parecido com demais conceitos já exibidos, como o Volvo 360c Concept, que também aposta num acabamento mais parecido com o de um escritório do que o de um carro convencional. Totalmente conectado, o painel é uma grande tela, em que os passageiros podem acessar redes sociais, trabalhar ou ficar de bobeira. E só para constar que estamos falando de um carro ele tem motor elétrico de 177 cv.

Corolla Híbrido
A Toyota confirmou o lançamento da nova geração do Corolla para outubro deste ano, além de reafirmar o lançamento de sua versão híbrida. Segundo a marca japonesa, trata-se do primeiro automóvel híbrido flex do mundo. A versão tem como base o conjunto mecânico do Prius. O novo Corolla será construído sobre a plataforma modular TNGA (Toyota New Global Architecture), que permite ajuste de entre-eixos, assim como nas porções frontais e traseiras do chassi. 

Nissan Sentra
Enquanto o novo Versa era revelado nos EUA, a Nissan deixou para o Salão de Xangai a apresentação da nova geração do médio Sentra. No mercado chinês, o sedã será vendido como Sylphy e será equipado com motor 1.6 aspirado. O novo Sentra tem estilo moderno, que segue a mesma identidade visual do novo Versa, além de acabamento refinado. Tal como o irmão menor, deverá pintar por aqui no ano que vem, importado do México, e tomara que mantenha o motor 2.0 de 140 cv ou outro mais potente!

Chevrolet Tracker
A China tornou-se o palco de apresentações globais da General Motors. Depois do Onix Sedan (nosso próximo Prisma), a Chevrolet acaba de apresentar a nova geração do Tracker. Com 4,27 metros de comprimento, o jipinho ganhou formas mais encorpadas, que o deixaram com ar mais robusto. Sob o capô, a novidade fica por conta dos motores turbo 1.0 de 120 cv e 1.2 de 150 cv. O novo Tracker faz parte do plano estratégico global da marca e será fabricado na unidade de São Caetano do Sul (SP). 

Enquanto o novo Tracker não chega, confira o teste da atual geração!