A Tesla acaba de revelar mais um de seus surpreendentes automóveis elétricos. O Mode Y chega com atributos para se tornar um dos principais produtos da marca de Elon Musk. Além de ser elétrico (óbvio), ele também é classificado como utilitário-esportivo (SUV), mesmo que as linhas teimem em dizer que ele está mais para um hatch anabolizado. Com vendas programadas para 2020, o Model Y será vendido a partir de US$ 39 mil (R$ 148 mil), com quatro versões, inclusive uma equipada com dois motores para atuar como tração integral. Ele é cerca de US$ 20 mil mais barato que o grandalhão Model X, o SUV futurista com portas que se abrem para cima. A versão mais simples, Standard Range, tem alcance de 370 quilômetros com uma carga de bateria. Já a Long Range vai a até 480 km com uma única recarga. 

Mercedes C 63 AMG
A Mercedes-Benz lança no Brasil a linha 2019 do C 63 AMG. Oferecido nas versões sedã e cupê, a variação anabolizada do Classe C desembarca com opções de 476 e 510 cv, extraídos da unidade V8 biturbo 4.0. A mais potente acelera a até 290 km/h. Poderia ir além se não fosse o limitador eletrônico. Já os preços não têm limitadores: R$ 499.900 (C 63), R$ 546.900 (C 63 S) e R$ 555.900 (C 63 S Coupé).

Série 3
Depois da pré-venda, aberta em fevereiro, a BMW lança no Brasil a nova geração do Série 3. Por hora, o sedã será vendido apenas na versão 330i M Sport, por R$ 270 mil. A unidade que equipa o sedã é o motor turbo 2.0 de 258 cv e 40,8 mkgf de torque, combinado com uma transmissão automática de oito marchas. O restante da linha chega no segundo semestre.

Seleção
A Fiat e a CBF fecharam acordo de patrocínio para a Seleção Brasileira até 2022, quando acontece a Copa do Mundo do Qatar. O acordo foi firmado pelo presidente da FCA para América Latina, Antonio Filosa, e o mandatário da CBF, Rogério Caboclo, na sede da entidade no Rio de Janeiro. O acordo prevê patrocínio não apenas da seleção principal, mas também das seleções olímpicas, feminina e os times de base. 

Assista também - Modelos por até R$ 45 mil