Os motoristas que abastecem na Região Metropolitana de Belo Horizonte estão pagando R$ 0,22 a mais pelo litro da gasolina. O aumento, conforme o site de pesquisa Mercado Mineiro, foi registrado nos últimos 47 dias.

Atualmente, o litro do combustível é vendido, em média, por R$ 4,288 na capital. Em 5 de julho, o valor era R$ 4,062, o que representa reajuste de 5,57%. O levantamento ainda mostrou que, na metrópole, o preço pode oscilar 17%. A gasolina pode ser encontrada de R$ 4,099 a R$ 4,797.

Em Contagem, o combustível custa, em média, R$ 4,274, e, em Betim, R$ 4,303. A pesquisa foi realizada em 142 postos, entre os dias 20 a 21 de agosto.

Substituição

Com o aumento do preço da gasolina, o etanol está mais vantajoso para o motorista. Segundo apontou o Mercado Mineiro, o etanol corresponde a 63% da gasolina. Na Grande BH, o preço varia 25%, sendo encontrado por R$ 2,549 a até R$3,179. Na comparação com os preços médio de julho, o aumento foi de 0,69% ou R$ 0,02.

Além disso, o Mercado Mineiro também pesquisou o preço do diesel S-10, que aumentou 6.41% - também R$ 0,22 - no mesmo período. Antes, o litro custava R$ 3,318 e, hoje, está comercializado por R$3,531.  Atualmente o menor preço do diesel S-10 é de R$ 3,197 e o maior de R$ 3,999, uma variação de 25%.