No dia 27 de dezembro de 2017, o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Governo Federal suspenda cautelarmente a portaria do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPA) que liberou jatos de grande porte no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.

A portaria permitia ainda voos para a capitais a partir de Belo Horizonte. Mesmo com a decisão do TCU, a Gol manteve a venda das passagens dos dois voos sem escalas que estão previstos para 22 de janeiro de 2018. A Gol foi a única a companhia até agora a ter voos aprovados com jatos de grande porte. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou que está analisando a decisão do TCU. Somente após essa análise é que a agência vai se posicionar sobre o assunto. Enquanto isso não acontece, a Gol confirmou que irá continuar a vender as passagens.

A suspensão da portaria atendeu a um pedido do senador Antonio Augusto Junho Anastasia (PSDB/MG). O Superior Tribunal de Justiça (STJ) analisa pedido da BH Airport, concessionária de Confins, para que seja concedida liminar suspendendo os voos na Pampulha.

Clique aqui e leia mais no Blog Tudo Viagem