O governador da província da Macedônia Central, na Grécia, fez um apelo hoje para que o governo federal decrete Estado de Emergência na região próxima à cidade de Idomeni, na divisa com a Macedônia.

Segundo Apóstolos Tzitzikostas, entre 13 mil e 14 mil pessoas estão acampadas na região à espera da liberação da passagem pelo governo macedônio, que nos últimos dias têm permitido apenas que uma fração de imigrantes cruze a fronteira do país.

Tzitzikotas chamou a situação de "enorme crise humanitária" e acrescentou que outros países no caminho dos imigrantes para a Europa Ocidental também estão criando dificuldades parecidas.

Ele pediu também que a União Europeia "implemente fortes penas contra os países que estão fechando suas fronteiras", quer sejam eles membros ou candidatos à membro do bloco.