Os servidores estaduais de Minas Gerais vão receber a primeira parcela do salário, referente ao mês de julho, na próxima sexta-feira (9). A remuneração, que inicialmente estava prevista para terça-feira (13), foi antecipada em quatro dias.

O anunciou foi feito nesta quarta-feira (7) pela Secretaria de Estado de Fazenda, que atendeu ao pedido do governador Romeu Zema (Novo), para que a primeira parcela fosse paga antes do Dia dos Pais, celebrado neste domingo (11). Em nota, o Estado informou que "conseguiu remanejar recursos de maneira a antecipar o pagamento dos servidores do Poder Executivo". 

Os critérios para o pagamento continuam os mesmos dos já anunciados. São eles:

  • até R$ 3 mil para os servidores ativos, inativos e pensionistas da saúde e segurança pública
  • até R$ 2 mil para os demais servidores (ativos, inativos e pensionistas)

A segunda parcela do pagamento continua mantida para o dia 27 de agosto.

Crise

Nas redes sociais, Zema declarou que fez um grande esforço para conseguir antecipar o pagamento. "Sei que conviver com esse parcelamento é uma situação muito difícil, mas nós estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para resolver essa questão e tirar Minas do vermelho", disse.

No vídeo, Zema frisou que a situação do Estado "é a pior possível". "Não é fácil ser um governador que está pagando atrasado. (...) Fico extremamente desconfortável, incomodado e angustiado", lamentou.

"Peço desculpas a todo o funcionalismo público que tem sido prejudicado com essa situação. Mas quero deixar claro que nós estamos aqui fazendo tudo o que está ao nosso alcance", destacou o governador.

Confira a íntegra do vídeo abaixo:

Leia mais:
Maioria dos mineiros aprova governo Zema, revela levantamento do Instituto Paraná Pesquisa