Governo de Minas mantém licenças prévias para instalação da fábrica de cerveja em Pedro Leopoldo

Clara Mariz
@clara_mariz
09/12/2021 às 22:03.
Atualizado em 14/12/2021 às 00:37
 (Fernando Michel)

(Fernando Michel)

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) anunciou nesta quinta-feira (9) que não vai aceitar a recomendação do Ministério Público estadual de suspender as licenças prévias e de instalação de uma fábrica de cerveja em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

De acordo com a Semad, a nota técnica elaborada pela pasta concluiu que a licença ambiental concedida à empresa não apresenta ilegalidades para que ela seja suspensa. 

Em seu pedido, o MPMG afirmou que o empreendimento que será construído por um grupo empresarial tem potencial poluidor e pode causar impactos ao patrimônio arqueológico e ao sistema hídrico da região onde será implantado. 

A fábrica será construída dentro da Área de Proteção Ambiental Carste de Lagoa Santa, onde existem cavidades naturais e sítios arqueológicos, como o Lapa Vermelha IV, local onde foi encontrado o crânio “Luzia”, o mais antigo das Américas. 

O documento apresentado pelo Ministério Público ao Governo de Minas ainda aponta várias irregularidades na concessão das licenças. Entre os pontos destacados pelo texto, está a falta de menção dos sítios arqueológicos e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Parecer Único da Superintendência de Projeto Prioritários da Semad.

A reportagem procurou a empresa responsável pelo empreendimento que não se posicionou até o fechamento da matéria.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por