A Lotus é uma pequena grande fabricante de automóveis. Nasceu numa garagem no fim dos anos 1940, quando Colin Chapman construiu seu primeiro carro de corridas, e foi oficialmente fundada em 1952. Chapman tinha uma obsessão pela leveza, que para ele era a garantia de performance.

Até hoje é uma regra pétrea nas instalações de Hethel, no condado inglês de Norfolk. A Lotus fez história no automobilismo, principalmente na Fórmula 1, com sete títulos de construtores.

E para celebrar os 70 anos de louros no asfalto ladeado por zebras, a marca levou para o Festival de Velocidade de Goodwood, que aconteceu entre 12 e 15 de julho, duas edições especiais do cupê Exige.

Tendo como base a versão mais nervosa do pequeno esportivo, o Exige Cup 430, que é um legítimo carro de corridas homologado para uso urbano, a marca elaborou duas unidades. O Exige Cup 430 Type 49 faz referência ao início da trajetória da marca no mundo das corridas. O Exige Cup 430 Type 79 faz menção ao monoposto Lotus 79, que conquistou o sétimo e último título da escuderia em 1978, com Mario Andretti ao volante.

Os dois carros se diferenciam apenas pela pintura. O Type 49 tem pintura vermelha que fazia menção aos bólidos da época. Já o Type 79 segue com as cores preto e dourado, as mesmas que a escuderia utilizou nos anos 1970 e no início dos anos 1980, inclusive no clássico 97T pilotado por Ayrton Senna na temporada de 1985.

Ambos são equipados com motor V6 3.5, com compressor mecânico, que entrega 436 cv (ou 430 hp) e 44 mkgf de torque. É mais que suficiente para levar seus 1.056 quilos de zero a 100 km/h em 3,2 segundos e atingir a máxima de 290 km/h. No entanto, a dupla Type 49 e Type 79 passou por aperfeiçoamentos para cravar o tempo de 1m24,8s na pista de testes de Hethel.

Em Goodwood os carros participaram de provas como a tradicional subida de rampa. Junto com os modelos a fabricante também levou ao festival o Lotus 25, que deu ao título da Fórmula 1 a Jim Clark, em 1963, assim como a Lotus 49, em que Graham Hill conquistou o campeonato de 1968, além do lendário 97T de Senna.