Fomos para o rali a bordo da L200 Triton Sport

Felipe Boutro
fboutros@hojeemdia.com.br
27/10/2017 às 19:19.
Atualizado em 02/11/2021 às 23:26
 (Mitsubishi)

(Mitsubishi)

CAMPOS DO JORDÃO (SP) - Se a maioria absoluta dos donos de picapes e utilitários-esportivos (SUV’s) não tem ideia de como acionar a tração 4x4 de seus carros, o Mitsubishi Motorsports, competição realizada pela fabricante há mais de 20 anos, dá aos donos de modelos da marca japonesa a oportunidade de conhecer o potencial off-road dos carros. São diversas etapas pelo Brasil ao longo do ano e participamos da penúltima, em Campos do Jordão (SP), no último dia 21.

Os competidores são divididos em quatro categorias – Graduados, Master, Turismo e Light – nas quais o nível de exigência varia. As provas são do tipo de regularidade, nas quais o mais importante é cumprir os trechos em um tempo pré-determinado pela organização. A velocidade nunca passa de 45 km/h. Parece chato? Não é! É pauleira! Participamos com uma picape L200 Triton Sport, cuja nova geração foi lançada há um ano e mostrou grande evolução em relação à antecessora.

Já no deslocamento para o início da prova, ainda no asfalto, o utilitário mostrou um acerto de suspensão surpreendente em um trecho sinuoso, claro, considerando que se trata de uma picape. A parafernália eletrônica ajuda a superar as deficiências desse tipo de veículo, com destaque para o controle de estabilidade (ESP), que impressiona e tem atuação muito rápida em situações de possível perda de trajetória, mantendo o carro “nos trilhos” mesmo que suas quase três toneladas teimem em querer sair da pista.

O motor turbodiesel 2.4 de 190 cv e 43,9 mkgf de torque mostra-se muito eficiente. A transmissão automática trabalha em harmonia com o propulsor, mas tem apenas cinco marchas – a sexta seria bem-vinda para reduzir o nível de ruído e, o mais importante, o consumo de combustível em velocidade de cruzeiro.

Já na terra, é fácil selecionar a tração que será utilizada: a operação é feita por meio de um botão seletor no console central. Além da tração traseira, pode ser selecionadas a 4x4, que pode funcionar com bloqueio de diferencial e também reduzida. Com as quatro rodas recebendo o torque do motor, entramos no percurso fora-de-estrada, todo superado sem qualquer surpresa pela L200.

Após quase quatro horas de muitos trancos e sacolejos, conseguimos um honroso (ou horroroso?) 85º lugar na categoria Light. Nada mal para principiantes.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por