Desde que os executivos da Porsche tiveram a feliz ideia de fabricar utilitários-esportivos (SUV) a marca não apenas saiu do buraco como se tornou uma das mais rentáveis da indústria. E a prova disso foi um cálculo publicado pelo canal Bloomberg que aponta cada unidade da marca alemã vendida com lucro líquido de US$ 17.250 (R$ 53 mil). Para chegar ao resultado, o canal utilizou uma fórmula que inclui o número de unidades vendidas em 2016 (238 mil) e lucro de U$ 4,1 bilhões (R$ 12,6 bilhões). O cálculo ainda considera custos operacionais e demais gastos que a fabricante tem para colocar seus produtos no mercado. Segundo o balanço de vendas da Porsche, em 2016 a marca aumentou as vendas em 14%, muito em função do excelente desempenho do jipinho Macan (fotos), que repetiu o sucesso do Cayenne e atualmente representa 40% das vendas da marca. Em nota, o presidente da diretoria executiva da Porsche resumiu: “Estamos nos concentrando em clientes satisfeitos”. Bem mais felizes do que os clientes certamente estão os acionistas da Porsche!

Suzuki lança versão conversível do Jimny

Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo na condição de carro conceito, a Suzuki passa a oferecer a versão conversível do jipinho Jimny a partir de R$ 80.900. O modelo batizado de Jimny Canvas repete o padrão de carroceria já adotado na primeira geração do Vitara vendida por aqui, com teto e janelas laterais posteriores em lona. A motorização é a mesma da versão fechada. Trata-se de uma unidade 1.3 de 83 cv, caixa manual e tração 4x4 com reduzida.

Land Rover divulga preços do novo Discovery

Ainda sem a data certa de lançamento, a nova geração do Land Rover Discovery já tem preço. O jipão que ocupa o segundo degrau na hierarquia da marca britânica terá quatro versões e partirá de R$ 363 mil, na versão SE, mas pode saltar para R$ 469 mil na edição limitada First Edition, que oferece conteúdos exclusivos. Com opções de motores a gasolina (340 cv) e turbodiesel (258 cv), todas as versões contam com transmissão de oito marchas e tração integral.

Volvo lança serviço de recompra

Já virou mania no varejo brasileiro a modalidade de recompra chancelada pelas marcas. Depois de Toyota, Chevrolet e outras tantas, a Volvo lançou programa de recompra que segue basicamente as mesmas regras das demais. Na prática, o consumidor dá entrada de 40% do valor do automóvel e financia outros 20% em 24 parcelas. Ao fim do período quita o saldo restante de 40%, podendo utilizar seu usado com entrada num zero quilômetro renovando o plano.