Outubro é mês de Oktoberfest, a famosa festa da cerveja da Baviera. Mas setembro é o mês do Salão de Frankfurt, uma das mais importantes mostras do calendário da indústria automotiva. Apesar de muitas marcas terem desistido de ir para feira alemã, como a Volvo, o salão não perdeu força. Pelo contrário. Este ano Frankfurt trouxe apresentações de grande porte, novas tendências, tecnologias, além de modelos comemorativos.

Marcas locais, como Audi, BMW, Mercedes-Benz, Porsche e Volkswagen fizeram as honras da casa com novidades como o BMW X7 iPerformance Concept, o Mercedes-Benz EQA Concept e o Volkswagen ID Crozz II Concept, todos com foco na combinação de sistemas de propulsão que não agridem o meio-ambiente e de acordo com as normas de emissões para os próximos 15 anos. 

A Porsche aproveitou para revelar a nova geração do utilitário-esportivo Cayenne, que manteve as principais linhas da carroceria, mas com elementos elegantes e 550 cv na versão Turbo.

Os gringos
Mas não é só de carros alemães que a mostra de Frankfurt é composta. Marcas como Bentley, Ferrari e Lamborghini compareceram com novos esportivos como a nova geração do Continental GT, assim como a novíssima Ferrari Portofino e o Aventador S Roadster. As japonesas Toyota e Honda também compareceram com novidades e conceitos que busca eficiência energética.