A novela envolvendo os airbags defeituosos da fornecedora japonesa Takata parece não ter fim. O problema constatado em milhões (não milhares) de unidades em todo o mundo tem um novo episódio envolvendo os modelos Corolla e Etios, da Toyota, vendidos no Brasil, envolvendo nada menos que 303 mil unidades. 

De acordo com a marca japonesa, proprietários do Corolla fabricados entre 2007 e 2014 , assim como donos dos Etios produzidos entre 2012 e 2014 (91 mil unidades), já devem se dirigir às concessionárias para o primeiro passo da ação. Nesta etapa será feita a desativação do airbag e colagem de um adesivo de aviso que o sistema está desligado. No dia 23 de janeiro dará início a operação de troca das bolsas.

Fragmentos
O recall dos airbags da Takata se deu pela constatação de uma falha no invólucro que abriga a bolsa. De acordo com os ensaios realizados, ao deflagrar a bolsa o componente de metal se estilhaça e os fragmentos são projetados contra o corpo do motorista, agravando os ferimentos em caso de colisão. Desde 2013, quando o problema foi descoberto, mais de 30 milhões de automóveis foram afetados pelo recall e pelo menos 14 pessoas morreram em decorrência dos ferimentos causados pelos fragmentos.

Fiat Bravo
Outro recall envolvendo airbags foi anunciado pela Fiat e envolve 31 unidades do Bravo, fabricadas entre 2011 e 2013. De acordo com a fabricante, foi detectado que num lote do equipamento pode ocorrer falha na abertura do segundo estágio da deflagração da bolsa, o que pode tornar a proteção do ocupante ineficaz. Segundo a Fiat, a substituição é gratuita. 
Para informações e agendamentos basta ligar para 0800-707-1000. Mais informações sobre o recall da Toyota podem ser obtidas no site www.toyota.com.br, ou pelo número de telefone 0800-703-0206.