Hidrelétricas no Sudeste e Centro-Oeste têm menos de 30% de água armazenada

Jorge Wamburg - Agência Brasil
11/01/2013 às 16:27.
Atualizado em 21/11/2021 às 20:32
 (Cemig/Divulgação)

(Cemig/Divulgação)

BRASÍLIA - O nível dos reservatórios das principais usinas hidrelétricas das regiões Sudeste e Centro-Oeste mantiveram-se até a quinta-feira (10) em 28,67%, de acordo com um levantamento divulgado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), órgão de coordenação e controle da operação da geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN).

Houve uma ligeira elevação em relação ao nível aferido no último dia 6, que era 28,54%, mas permanece muito abaixo do nível de armazenamento de água para o período, que há um ano, em janeiro de 2012, por exemplo, era 76,23%.

O nível mais alto entre os reservatórios do Sudeste, de acordo com ONS, é o da Usina Mascarenhas de Morais (em Minas Gerais), no Rio Grande, com 77,04% da sua capacidade de água. A seguir, vem o reservatório das usinas de Ilha Solteira (entre São Paulo e Mato Grosso do Sul) e Três Irmãos (em São Paulo), no Rio Paraná, com 53,62%.

Na Região Sul, os principais reservatórios das usinas hidrelétricas apresentam níveis bem mais altos do que nas áreas do Sudeste e Centro-Oeste do país. O reservatório da Usina de Segredo, no Rio Iguaçu, estado do Paraná, está quase com a capacidade máxima de água armazenada: 97,32%.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por