Hillary Clinton faz "séria advertência" a Assad sobre armas químicas

AFP
03/12/2012 às 09:09.
Atualizado em 21/11/2021 às 19:00
 (Kevin Lamarque / AFP)

(Kevin Lamarque / AFP)

PRAGA - A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, fez nesta segunda-feira (03 )em Praga uma "séria advertência" ao regime do presidente sírio Bashar al-Assad sobre a eventual utilização de armas químicas contra seu povo.

"É uma linha vermelha para os Estados Unidos", declarou a chefe da diplomacia americana. "Mais uma vez advertimos muito seriamente o regime de Assad, (que) seu comportamento é condenável. O procedimento com o próprio povo é trágico", disse.

Clinton fez a declaração ao fim de uma reunião com o colega tcheco Karel Schwarzenberg.

"Não vou entrar em detalhes e falar sobre o que pensamos em fazer caso existam provas confiáveis de que o regime de Assad utiliza armas químicas contra sua população", disse a secretária de Estado.

"Simplesmente afirmamos que estamos dispostos a adotar medidas no caso desta eventualidade ocorrer", advertiu.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por