Com quase 65,31% do votos, o que representa 123.156 eleitores, Humberto Souto (PPS) foi eleito em Montes Claros, no norte do Estado. Ruy Muniz (PSB) ficou com 34,69% (65.416 eleitores).

No primeiro turno, Muniz, que buscou a reeleição, recebeu 48.834 votos, contra 75.595 de Souto. Os votos de Muniz, no entanto, não puderam ser validados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devido à renúncia do vice, Danilo Narciso. 

O candidato Humberto Souto foi o primeiro a votar na manhã deste domingo. Ele chegou à Escola Estadual de Educação Especial Abdias Dias de Souza por volta das 8h20 com apoiadores políticos. 

O candidato Ruy Muniz votou no Bairro São José. Ele chegou por volta das 10 horas, acompanhado da esposa, a deputada federal Raquel Muniz (PSD), e da neta Júlia. 

Eleitorado

Montes Claros tem 262,5 mil eleitores. Neste ano, disputaram o primeiro turno os candidatos Gláucia Eliana (PMB), Humberto Souto (PPS), Jairo Ataíde (DEM), Jéssica Viana (PSOL), Leninha (PT) e Ruy Muniz (PSB). Para as 23 vagas na Câmara Municipal, 391 candidatos disputaram as vagas para o cargo de vereador.

Com 398.288 habitantes, as mulheres são a maioria do eleitorado montes-clarense, com 140.599 votantes. Os homens são 121,6 mil. Os analfabetos são 12.586 e menores 6.740. No município, há quatro zonas eleitorais, subdivididas em 818 seções.