Uma tendência que ganhou força nos últimos anos é o restomod, neologismo que funde restauração e modificação. Geralmente é feita com modelos antigos, que ganham elementos modernos, assim como conjuntos propulsores mais sofisticados.

Oficinas como a Singer Design, especializada em converter Porsches 964 em 911 estilizados e a Emory Motorsports, que dá vida nova aos raros 356, são alguns desses exemplos. Mas de um tempo para cá, não basta um visual modernizado e motores mais potentes, é preciso eletrificar.

Depois de Chevrolet, Jaguar e Ford apresentarem releituras elétricas de seus antigos, a Hyundai resolveu desenvolver uma versão modernizada do Grandeur, que acaba de completar 35 anos de seu lançamento. 

Para marcar a data e também reforçar a estratégia de eletrificação, a sul-coreana aplicou elementos futuristas e um conjunto elétrico no lugar do velho motor a combustão. A marca não revela detalhes do conjunto elétrico, como potência, torque, assim como capacidade das baterias.

O Grandeur está longe de ser um ícone do design, e tem estilo convencional, que não faz dele um clássico dos anos 1980. Mas a restauração chama atenção, como uso de iluminação Parametric Pixel, que é utilizada no elétrico Ioniq 5.

Os faróis e lanternas são cravejados de pontos de luz, que casam com as formas retilíneas do sedã. Ele parece uma daquelas visões sobre o futuro com base em no que existe na atualidade, que volta e meia surgiam no cinema dos anos 1980.

Interior

O interior foi refeito, mas mantendo o estilo da época. O painel ganhou uma imensa tela horizontal que agrega multimídia e quadro de instrumentos. Uma segunda tela vertical foi aplicada ao console. A alavanca da transmissão tem formato de um acelerador de avião. É muito “Blade Runner”.

“À medida que nossos designers concebem o futuro, é importante olhar para o que criamos no passado e encontrar inspiração nisso. Com a Heritage Series Grandeur, nossos designers reinterpretaram uma parte importante da história da Hyundai como uma mistura maravilhosamente única de vintage e contemporâneo que reflete as possibilidades ilimitadas de nossa era EV”, afirma o chefe do Grupo de Interiores do Hyundai Design Center, Hak-soo Ha.

Destaque para a iluminação interior, que utiliza a mesma tecnologia das luzes estrelas. Ela forma uma efeito tridimensional que parece projetar lustres sob o teto.

O carro ainda ganhou novos bancos, em tom bordô, com costuras que remetem a luvas de beisebol, assim como um console central em madeira, com divisórias, inclusive uma para charutos. Afinal, o amigo não deixaria seus puros junto com as demais tralhas.