Desde o início do plano de confinamento social, fabricantes de automóveis têm buscado colaborar para reduzir os efeitos da pandemia da Covid-19. Ações como o empréstimo de frota se tornaram das mais imediatas e também bastante eficazes. Afinal, muitos veículos que eram utilizados dentro das empresas e também pela frota da imprensa estão parados devido à quarentena. A Hyundai resolveu utilizar os próprios carros de teste para auxiliar no transporte de idosos e profissionais de saúde. 

Diferentemente dos contratos de comodato, que estão sendo feitos para empréstimos dos carros para autoridades municipais e estaduais, a Hyundai simplificou o processo e disponibilizou um número 0800-772-1717 para que pessoas acima de 60 anos e profissionais de saúde solicitem o agendamento das viagens. A marca espera um volume de 120 corridas diárias. Para dinamizar a operação, o raio máximo será de 30 quilômetros da concessionária.

Piloto
O projeto teve início em Florianópolis (SC) e deverá se expandir para demais cidades em que há carros da frota de imprensa disponíveis. De acordo com a Hyundai, o serviço funcionará das 8 às 18h, de segunda a sexta-feira. Em princípio funcionará até 15 de abril, mas poderá ser estendido de acordo com as necessidades das localidades atendidas.

Higiene
A marca adianta que para oferecer as corridas, todas as medidas de proteção contra a Covid-19 serão tomadas pelas concessionárias. Entre as medidas estão: sanitização por ozônio para remoção de fungos e bactérias, assim como higienização de superfície, que contemplará volante, botões, manopla do câmbio, puxadores de maçaneta, bancos, entre outras partes. 

Além disso, será feita proteção com filme em rolo no volante, câmbio e freio de estacionamento, além da aplicação de uma capa protetora para os bancos dos passageiros. Todos os motoristas vão utilizar máscaras e luvas de proteção durante o trajeto.

Doações
Em Piracicaba (SP), onde está instalada a fábrica da marca, foram doados 1.500 itens de equipamentos de proteção individual (EPIs) como luvas e máscaras, assim como máscaras de acrílico (que cobrem todo o rosto) para os agentes de saúde de município, feitas em impressoras 3D. 

Outros oito carros foram emprestados, em regime de comodato, para auxiliar no combate à pandemia, na cidade paulista.