Quem tem mais de 70 anos e continua a querer participar das eleições deve ficar atento. O eleitor com essa idade deve fazer a biometria nas cidades com recadastramento obrigatório para escolher se quer ou não continuar a exercer o seu direito de voto.

Se o idoso não fizer o recadastramento, acabará tendo o título cancelado e perdendo o direito de eleger seus representantes nos poderes Executivo e Legislativo. Mesmo que percam esse direito, essas pessoas não terão as restrições impostas a quem não está em dia com o Tribunal Regional Eleitoral. Poderão continuar podendo obter passaporte ou tomar posse em cargos públicos, pois para eles o voto é facultativo.

Em Minas, o recadastramento biométrico é obrigatório em 114 municípios. Os prazos terminam entre novembro de 2019 e fevereiro de 2020, dependendo da cidade. No último dia 10, 61 municípios encerraram o procedimento. A lista pode ser conferida aqui.