Quando a Jeep apresentou o Compass, um executivo me contou que uma das inquietações da turma de Detroit eram as limitações da versão flex. Os americanos não entendiam muito bem o porquê de um jipe urbano sem o chamado off-road ability, que numa tradução macarrônica significa sua capacitação para fora de estrada. 

Italianos e brasileiros apelaram para mímicas, Power Point e demais artifícios para convencê-los de que o Campass diesel era o carro para uso off-road e o flex era para quem não tinha tal necessidade, mas queria um SUV. 

Mas diante da nova geração do Wrangler, fica nítida a preocupação dos ianques. A capacitação fora de estrada é mais importante dentro da marca que os faróis circulares e a grade de sete grelhas.

A marca sabe que o utilitário se tornou um modelo de nicho, como o finado Land Rover Defender, ou o Mercedes-Benz Class G. Tanto que o novo Wrangler chega ao mercado apenas na versão Sahara, com opção de duas ou quatro portas. O jipe custa R$ 259.990 e R$ 274.990, na ordem.

Ele mistura sofisticação de equipamentos com uma estrutura desenvolvida para suportar impactos e resistir a torções. É equipado com bancos revestidos em couro, sistema de áudio Alpine de alta fidelidade, multimídia de sete polegadas e quadro de instrumentos parcialmente digital. 

A arquitetura é projetada para transpor terrenos acidentados, graças a um conjunto de suspensão reforçada e com braços que fazem com que o Wrangler se agarre em pedras ou terrenos lamacentos como se estivesse subindo uma rua asfaltada. 

Dogmas
O estilo segue imaculado, com para-lamas destacados que comportam as luzes diurnas em LED, faróis circulares (também com LED) e clássica grade de sete fendas. Como um carro de brinquedo, seu teto rígido pode ser totalmente removido, tal como o para-brisas que pode ser rebatido sobre o capô.

Mas o principal destaque está no motor turbodiesel 2.0 de 272 cv e 40 mkgf de torque, que gera força suficiente para a caixa de transferência Selec-Trac, com pções do tipo integral, 4x4 alta e 4x4 reduzida. 

Bom, se o amigo não tem toda essa grana sobrando, mas faz questão de Jeep na garagem, então confira o vídeo abaixo. É a opção mais acessível da marca.