O líder do oposicionista Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, afirmou em comunicado nesta terça-feira (2) que estaria "muito feliz" em se reunir com a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, para discutir o processo de saída do país da União Europeia, o Brexit. Segundo ele, não há limites prévios para esse diálogo.

Corbyn comenta na mensagem que há alguns pontos em comum no Parlamento britânico, embora também dificuldades para se chegar a um acordo. Para ele, May não vinha mostrando muito desejo de chegar a um acordo, mas hoje indicou que aceitará a visão do Legislativo.

Leia mais:
Brexit: negociador da UE diz que saída sem acordo é 'mais provável'
Em nova votação, Parlamento do Reino Unido rejeita todas as opções para o Brexit