Lançamento de foguete de longo alcance pela Coreia do Norte gera condenação internacional

AFP
07/02/2016 às 12:14.
Atualizado em 16/11/2021 às 01:20

A Coreia do Norte anunciou neste domingo (7) ter colocado em órbita um satélite por meio de um foguete cujo lançamento foi condenado pela comunidade internacional, que acredita ter se tratado de um teste de míssil balístico intercontinental.

Horas depois do anúncio, Coreia do Sul e Estados Unidos anunciaram o início de negociações para preparar em território sul-coreano um sistema antimísseis americano THAAD, um dos mais modernos do mundo.

O Conselho de Segurança da ONU informou que fará uma reunião de emergência neste domingo. O lançamento, que ignorou as resoluções da ONU e as advertências das grandes potências, aconteceu um mês depois que a Coreia do Norte realizou seu quarto teste nuclear.

O foguete foi lançado da base de Dongchang-ri, noroeste daquele país, às 9h locais. Foi ordenado pelo líder Kim Jong-un e "colocou em órbita com sucesso nosso satélite de observação terrestre Kwangmyong 4", anunciou a TV do governo.

A colocação em órbita do satélite não foi confirmada, mas uma fonte da defesa americana disse que, aparentemente, "algo chegou ao espaço". A Coreia do Norte insiste em que o lançamento faz parte de um programa espacial exclusivamente científico, mas muitos países o consideraram um teste camuflado de um plano que busca dotar o regime de Pyongyang de mísseis intercontinentais capazes de transportar bombas atômicas a qualquer ponto do planeta.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por