Um foguete não tripulado SpaceX que levava suprimentos para a Estação Espacial Internacional foi destruído neste domingo (28) pouco após sua decolagem. A notícia é um revés para a Nasa, após fracassos similares anteriores.

O acidente ocorreu pouco mais de dois minutos após a decolagem em Cabo Canaveral, na Flórida. Pedaços podiam ser vistos caindo no Oceano Atlântico. Mais de 2.360 quilos de carga para a estação espacial estavam a bordo, incluindo o primeiro porto de acoplamento elaborado para futuras cápsulas comerciais com tripulantes.

"O veículo se quebrou", anunciou o comentarista George Diller, da Nasa. Segundo ele, não estava claro o motivo do desastre. Dados pararam de chegar vindos do foguete 2 minutos e 19 segundos após a decolagem, segundo ele.

A empresa privada SpaceX, sediada na Califórnia, tentava descobrir o que aconteceu, notando que tudo ia bem até o acidente. A notícia é um revés para a Nasa, que conta com o setor privado para transportar cargas - e eventualmente astronautas - para a estação espacial. Os sete envios anteriores de suprimentos realizados pela SpaceX haviam sido um sucesso.

Esse é, porém, o segundo lançamento fracassado de equipamento para a estação espacial. Em abril, uma espaçonave russa ficou fora de controle e ardeu em chamas quando voltava à atmosfera, levando preciosos materiais. Em outubro passado, outro foguete de suprimento foi destruído em um acidente no lançamento.

Não há, porém, problemas imediatos para os três astronautas atualmente na estação espacial, onde existem suprimentos que duram mais ou menos até outubro, segundo a Nasa. Fonte: Associated Press.