Games de estratégia isométricos por turnos tiveram o apogeu no fim dos anos 1980, os chamados TBS (Turn Based Strategy). Franquias como “Populous”, “Civilization”, “Colonization” e “Age of Empires” eram games característicos para computadores, pois exploravam a facilidade de movimento do mouse.

Hoje os games de estratégia em tempo real (RTS) dominam boa parte da cena do e-Sports, como “League of Legends” e “Dota”. Mas “Battle of Polytopia” resgata os primórdios dos jogos de estratégia, em que as jogadas eram por turnos, como numa partida de xadrez.

O game produzido pela Midjiwan AB foi lançado primeiramente para iOS e no segundo semestre de 2020 ganhou edição para PC e Mac. No game, o jogador escolhe uma tribo e inicia a expansão territorial e tecnológica, seguindo os moldes de “Age of Empires” e “Civilization”.

O game caiu nas graças do público após o bilionário Elon Musk, dono da Tesla Motors e da Space X, ter dito num podcast que o jogo era o seu título preferido do momento. A reação foi imediata gerando 13 milhões de cópias vendidas, segundo divulgação da produtora em 19 de fevereiro.

O jogo
“Battle of Polytopia” é um game bonitinho. Como foi desenhado para dispositivos móveis, tem gráficos minimalistas, mas que são agradáveis nas telas dos computadores. Como já foi dito, o game dá ao jogador a opção de escolher diferentes tribos. Cada uma tem sua peculiaridade. 

Inclusive, o estúdio tem lançado novas tribos, como DLC. Em fevereiro, o game recebeu a tribo Cymanti. Trata-se de uma tribo da floresta, com poderes místicos, capaz de domar grandes insetos.

Na prática, as tribos fazem as mesmas coisas. Atacam, desenvolvem capacidade de cultivo, pesca, navegação, mineração, assim como melhoram as habilidades militares.

O game oferece diferentes modos de jogo. Há partidas por turnos determinados, em que é preciso obter a maior pontuação em 30 turnos, há modo que é livre, em que o jogo é infinito e também há opção de dominação.

O jogador pode disputar a partida com o computador e também contra outros jogadores, o que torna a brincadeira mais desafiadora. Em rede, o jogador deve ser preciso em cada movimento dos comandados. 

Palavra final
Com preço de R$ 29 e cerca de R$ 6 por cada tribo adicional, “Battle of Polytopia” é um game que pode ser uma boa pedida para relaxar. Ele não exige máquinas potentes e funciona em praticamente qualquer computador que seja capaz de rodar o aplicativo da Steam. 

Se não tiver um PC disponível, também dá para jogar em smartphones Android e iOS. Nesse caso, os preços caem para cerca de R$ 7.

Leia Mais:
Lançado há 15 anos, 'Grand Theft Auto III' iniciava jogador no clã de Don Vito Corleone
Difícil ao extremo, “Ghosts ‘n Goblins Resurrection" é para o jogador que não foge de desafios
Brincando de médico: jogamos 'Two Point Hospital'