A atriz Lilia Cabral defendeu seu colega José Mayer, que foi alvo de acusações de assédio a uma figurinista da Globo, em 2017, e posteriormente assumidas pelo ator, em entrevista ao Jovem Pan Morning Show desta terça-feira, 22.

"Eu tenho muito carinho pelo José Mayer. Trabalhei com ele durante muitos anos. Fiquei um pouco chocada, porque ele padeceu, teve uma doença muito séria de tristeza. Não acredito que ele seja aquele homem que ele foi, da forma como falaram dele. Não consigo acreditar", contou Lilia.

Na sequência, falou sobre movimentos que pediam a saída do ator da emissora, surgidos na ocasião: "Acho que você não pode deixar de defender uma posição. E a minha posição, pela primeira vez eu estou falando. Na época eu não tinha nem como me colocar, porque existia uma campanha muito forte e a gente, quando se colocava, não nos ouviam"

"Mas agora está tudo bem. O Zé tá bem, tá dando um tempo na vida dele, já está feliz de novo, se recuperando, e eu fico muito feliz com isso", encerrou.