A recuperação, embora lenta, de indicadores econômicos aumentou em 46% o número de lojas em Belo Horizonte que pretendem contratar colaboradores temporários para as festas de fim de ano. Em 2018, 18,7% dos comerciantes contaram com o serviço de funcionários extras. Em 2019, serão 27,4%. A maior parte das vagas será preenchida pelo tradicional QI: quem indicou.

cristiane elias

EMPREGO - Cristiane Elias vai contratar uma colaborardora indicada por funcionária da loja: "É muito mais fácil"

Praticamente seis em cada dez empresários que vão precisar de funcionários extras informaram que a divulgação e preenchimento das vagas temporárias será por meio de indicação (59,1%), segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-BH).

Pode até soar negativo para algumas pessoas, mas, no caso do trabalho temporário, esta indicação é sinônimo de vantagem para o comerciante e o consumidor.

Isso porque, tradicionalmente, a indicação ocorre sobre um candidato familiarizado com o ramo de atividade. Desta forma, o cliente é atendido por um profissional melhor preparado. Foi pensando nisso que a empresária Cristiane Elias, dona da Usual, uma franquia da Hering em Belo Horizonte, escolheu o perfil de uma colaboradora para ajudar nas vendas de fim de ano.

“Foi uma funcionária da loja quem a indicou. (A nova vendedora) já trabalhou com roupas da Hering. É muito mais fácil quando a gente trabalha com alguém que já conhece a marca”, explicou a comerciante, acrescentando que espera que este Natal seja marcado pelo aquecimento nas vendas.

Um desafio grande dos lojistas é conseguir mão de obra qualificada, sobretudo nesta época do ano, a melhor data para o varejo.

A vaga preenchida por indicação reduz a chance de o temporário não corresponder às expectativas. 

De acordo com a CDL-BH, a falta de profissionalismo e responsabilidade dos funcionários são as principais dificuldades enfrentadas pelos empresários na hora da contratação dos temporários, conforme 36,4% dos entrevistados. 

“O empregado temporário deve saber aproveitar a oportunidade e demonstrar comprometimento com o trabalho, atendendo bem a clientela e fazendo boas vendas. Com isso ele aumenta suas chances de uma possível indicação ou efetivação”, aconselha o presidente da entidade, Marcelo de Souza e Silva. 

s