Em São Joaquim de Bicas, a 30 quilômetros de Belo Horizonte, o presidente da Câmara Municipal, Carlinhos da Funerária (PSB), não é único político da cidade que possui veículo com placa de táxi.

O vice-presidente da Câmara, Fábio Corrêa (PSDB), e o vereador Enilton César (PPS) também foram contemplados com placas vermelhas pelo Executivo municipal.Em entrevista nesta quinta-feira, tanto Corrêa quanto Silva afirmaram que estão foram da praça desde que tomaram posse em janeiro de 2013.
Mesmo assim, os parlamentares continuam lucrando com as corridas. Eles alegam que emprestam os veículos para terceiros em troca de uma fatia dos rendimentos.

Como estou no cargo de vereador, tenho um motorista para fazer o serviço. Ele trabalha em troca de uma comissão”, argumentou Enilton, que também é professor.

“Sinceramente, rodo muito pouco. Por isso, arranjei um motorista. A gente trabalha partindo os lucros”, alegou Corrêa, que ainda é técnico em química.
Fábio ganhou a concessão do Executivo em 2008. Já Enilton recebeu a permissão em 2011. Desde o último domingo, o Hoje em Dia vem mostrando casos de irregularidades nas concessões de táxi.

Por meio de nota, a Prefeitura de São Joaquim de Bicas informou que as concessões foram dadas em gestões anteriores. 

Em nota, a atual gestão em São Joaquim de Bicas alegou não saber por qual motivo os três parlamentares da cidade ganharam concessões de táxi. mas prometeu abrir uma sindicância para apurar os fatos.