WASHINGTON - Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (6) que não vão mais considerar os maoístas do Nepal como uma organização "terrorista", observando que os ex-rebeldes comunistas venceram as eleições em 2008 nesta antiga monarquia e participaram de governos.

Em um comunicado, o Departamento de Estado indicou que "removeu a designação de entidade terrorista para o Partido Comunista do Nepal (maoísta) e seus associados".