O ex-ministro de Ciência e Tecnologia do governo Dilma, Marco Antônio Raupp está internado em estado grave no hospital Cônego Monte Raso , em Baependi, no Sul de Minas, desde a noite desse domingo (10).

Raupp se envolveu em um acidente automobilístico na BR-354, próximo à cidade de Caxambú. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, um carro de marca não informada teria perdido o controle após passar sobre óleo que estava sobre parte da pista. Após se desgovernar, ele teria invadido a pista em sentido contrário e atingido o carro onde estava o ex-ministro. Segundo um dos filhos de Marco Antônio, Eduardo Raupp contou à reportagem do Hoje em Dia, o pai estava com seu motorista, que sofreu apenas uma fratura em um dos dedos das mãos. O motorista já teve alta.

Raupp, de 78 anos, deu entrada no hospital na noite de domingo e foi submetido a uma cirurgia no abdômen. Ele está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em coma induzido, segundo informou o hospital.

"Ele chegou ao hospital se queixando de fortes dores no abdomen e rapidamente começaram a aparecer alguns hematomas. Ele foi, então, entubado e rapidamente submetido a uma cirurgia de emergência para conter uma hemorragia interna. O procedimento foi bem sucedido e durou cerca de três horas. Agora estamos aguardando a evolução do seu quadro clínico", explicou.

Segundo Eduardo, a maior preocupação, agora, é com o retorno das funções renais. Segundo ele, o pai não teria urinado desde o acidente e caso a situação se mantenha ele poderá ser submetido a uma hemodiálise. O ex-ministro precisou tomar remédios para elevar a pressão sanguínea, já que houve, segundo Eduardo, muita perda sanguínea.

Graduado em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutor pela Universidade de Chicago, Raupp foi diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, além de professor universitário.

(*)Colaborou Mariana Nogueira