O Ministério da Educação (MEC) vai liberar R$ 43 milhões para investimento em 96 construções em andamento em instituições federais de ensino. O recurso será liberado a partir desta quinta-feira, 17.

Do total, R$ 14,3 milhões vão para concluir 54 obras com execução em 75% ou mais. O restante vai para outras 42 intervenções já iniciadas, mas com porcentual menor de andamento.

"O objetivo é potencializar as obras que beneficiem os estudantes e sejam fontes potenciais de recursos", explicou o secretário de Educação Superior, Arnaldo Lima.

As principais obras incluem o Complexo de Saúde da Universidade Federal de Lavras (UFLA), em Minas Gerais, o Núcleo Integrado de Pesquisas e Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Instituto de Ciências Básicas da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

No fim de setembro, o ministério anunciou o descontingenciamento de R$ 1,99 bilhão, dos quais R$ 1,156 bilhão vai para as universidades federais. Isso corresponde a metade do que havia sido contingenciado no orçamento deste ano para as unidades.