Se os italianos temperam os carros com a peculiar passionalidade deles, os alemães não refutam a precisão sistêmica nos automóveis que produzem. Pelo menos na Mercedes-Benz é assim. A combinação de letras e números pode parecer confusa, mas é extremamente lógica. As duas primeiras letras correspondem à categoria, a terceira se refere ao porte e os números,à motorização. Três algarismos são usados nos modelos “convencionais” e dois numerais, seguidos da sigla AMG, dizem que você deve abrir passagem.

A estrela das três pontas levará para o Salão de Frankfurt (12 a 22 de setembro), o utilitário-esportivo (SUV) compacto, de porte familiar e pacote de alto desempenho, que pode ser resumido em GLB35 AMG 4Matic. 

O mais recente integrante da família, que conta com nove opções, foi projetado para consumidores que precisam de um SUV compacto, mas com capacidade para até sete passageiros. No entanto, o modelo acaba de receber uma versão de alto desempenho, com a chancela AMG, que faz desse jipinho um carro de performance invejável. 

Mais números

Sob o capô ele conta com uma unidade 2.0 turbo de 306 cv e 40,8 mkgf de torque. Toda essa força é administrada pela caixa automática de dupla embreagem e oito marchas (AMG Speedshift DCT 8G) e distribuída para as quatro rodas por intermédio da tração integral 4Matic.

Para melhorar a performance do SUV, foi aplicado o sistema AMG Ride Control, que ajusta a carga dos amortecedores de forma individual em cada roda. Ele atua diretamente com o seletor de modo de condução AMG Dynamic Select, que altera parâmetros de aceleração, tempo de troca, amortecimento e direção em cinco modos

Tudo isso garante ao GLB35 AMG aceleração de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos e máxima, limitada eletronicamente, em 250 km/h.

Conteúdos

O pacote de equipamentos inclui itens como o grande quadro de instrumentos dividido em duas telas, que ocupam praticamente todo o painel, e permitem diversas configurações de leitura de condução, navegação e entretenimento. Também faz parte da cesta o assistente pessoal MBUX, que executa diversas tarefas por meio de comandos de voz. 
Para melhorar a performance do SUV, foi aplicado o sistema AMG Ride Control, que ajusta a carga dos amortecedores de forma individual em cada roda. Ele atua diretamente com o seletor de modo de condução AMG Dynamic Select, que altera parâmetros de aceleração, tempo de troca, amortecimento e direção em cinco modos, que vai desde a opção para piso escorregadio a um modo para pista.

Visual

Como é de praxe nos modelos AMG, o jipinho conta com para-choque com tomadas de ar mais largas e grade do tipo Panamericana (com grelhas verticais, que remetem ao W194 que venceu a Carrera Panamericana, em 1952). Ele ainda conta com ponteiras de escape mais largas, rodas aro 19 e ainda há opção aro 21. E se não bastasse tudo isso, ainda dá para levar a sogra junto.