A indústria automotiva apresentou em novembro o melhor desempenho do ano, ainda sob os efeitos da pandemia. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), no mês passado foram produzidos no país 238.200 automóveis, uma ligeira alta de 0,7% sobre outubro. No acumulado do ano até novembro, a produção atinge 1.804.754 unidades, o que representa uma retração de 35% comparado a igual período de 2019. 

x

FC lidera mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves em novembro, com 52.355 unidades emplacadas

A surpresa positiva, no entanto, foram as exportações, que atingiram 44.007 unidades no mês passado, melhor resultado desde agosto de 2018, o que é atribuído pela entidade principalmente ao represamento de envios de carros ocorrido nos últimos meses devido à pandemia, em especial para o mercado argentino. No entanto, o total de 285.925 unidades exportadas ainda é 28,4% menor que em 2019.

O Hoje em Dia vem publicando, desde a semana passada,

uma série de matérias sobre a indústria nos 300 anos de Minas 

A FCA liderou o mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves em novembro, com 52.355 unidades emplacadas e uma participação de 24,4% nas vendas totais do setor. No ano, as vendas chegam a 378.673. Quatro modelos da montadora estão entre os dez mais vendidos: Strada, Argo, Toro e o Renegade.
A montadora tem se destacado no segmento picapes, com 51,4% de participação de mercado. A Strada fechou novembro na liderança. Entre os hatches, o Argo, em 2020, está com 13,2% de participação no segmento, figurando entre os dez veículos mais vendidos no Brasil neste ano. Juntas, as vendas de Argo e Mobi já somam 99 mil unidades.

Desempenho
Herlander Zola, diretor do brand Fiat para a América Latina e operações comerciais Brasil, atribui o bom desempenho ao criterioso posicionamento dos produtos em sintonia com os movimentos de mercado e ao crescente reconhecimento do valor da marca. 
“Estamos reposicionando com sucesso a marca Fiat, para torná-la cada vez mais conectada às tendências e expectativas dos consumidores”, destaca Zola.

Segundo dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que registra os emplacamentos de carros no Brasil, até ontem o Onix (GM) liderava o ranking com 124.056, seguido pelo HB20 (79713), Onix Plus (75093), Gol (65.865), Ka (62257) e o Fiat Argo (61478). 

Já no segmento de comerciais leves, a Fiat Strada mantém a liderança com 73.240 unidades, seguido pela Toro (49.592), Hilux (29.967), Saveiro (28.777) e a S10 (24.503).

Leia mais:
Minas 300 anos: fábrica de motores turbo tem aporte de R$ 500 mi
Minas 300 anos: Estado já atraiu R$ 83 bilhões em investimentos
Minas 300 anos: Fiemg Lab entre os melhores hubs no ecossistema de startups
Minas 300 anos: principal polo de tecnologia já conta com 163 indústrias
Minas 300 anos: em Brumadinho, Vale prioriza atendimento às pessoas e diálogo com a comunidade
Minas 300 anos: líder no setor, Estado faz história na produção do aço
Minas 300 anos: maior empresa têxtil de Minas, Cedro aposta na volta do crescimento no próximo ano
Minas 300 anos: artesanato já dá sinais de recuperação em Minas