O empresário mineiro Rubens Menin, co-fundador da MRV Engenharia e presidente do banco Inter, anunciou na tarde desta segunda-feira (14) que obteve o licenciamento e irá lançar, ainda em 2019, uma versão brasileira da CNN, considerado o maior canal de notícias do mundo. O projeto terá como sócio o ex-diretor nacional de jornalismo da Record TV, Douglas Tavolaro. 

A CNN Brasil deverá ser, de acordo com o próprio Menin, um canal de notícias multiplataforma, com conteúdo feito no Brasil e com direito de retransmissão de parte do material da CNN International. A programação estará disponível na TV a cabo, como um canal 24 horas, e também em plataformas digitais. No texto, divulgado pelo empresário, fala-se que a emissora será "produzida por brasileiros para brasileiros". 

Por isso, durante os próximos meses, uma equipe de profissionais desenvolverá atividades para preparar a infraestrutura, identidade de marca e conteúdo, além de recrutamento e treinamento de jornalistas e produtores que deverão atuar em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, incluindo correspondentes no exterior. 

Ainda de acordo com nota divulgada à imprensa e repostada no perfil oficial de Menin no Twitter, a CNN International e CNN en Español continuarão disponíveis no Brasil, não estando necessariamente ligadas ao licenciamento brasileiro. 

Nova opção de conteúdo 

O empresário, que foi eleito “Empreendedor do Ano Mundial EY 2018” pela Ernst & Young, utilizou o microblog para declarar a satisfação com o novo investimento, relembrando a importância da imprensa livre e independente.  

"Pretendemos protagonizar a construção de um país melhor e ampliar a sua visibilidade ao mundo com informações relevantes. Novos tempos virão!", publicou. 

A empresa será fundada e dirigida por Menin, que presidirá o conselho de administração do canal, juntamente com o jornalista Douglas Tavolaro, CEO da CNN Brasil. Tavolaro anunciou nesta segunda a saída da vice-presidência do Grupo Record. 

"A CNN é um ícone global e a parceria com essa marca é o sonho de um jornalista se tornando realidade", disse Tavolaro. "Estou deixando um dos maiores e mais importantes grupos de mídia do país com gratidão por tudo o que vivi lá e não poderia estar mais animado sobre esta próxima fase da minha carreira", comentou o jornalista.