A Mini anunciou que importará 25 unidades do atrevido John Cooper Works GP para o mercado brasileiro. Trata-se da versão mais nervosa do hatch britânico oferecida por imodestos R$ 300 mil. 

A versão faz parte de uma tiragem de apenas 3 mil unidades, e cada carro terá sua numeração identificada por uma plaqueta. O modelo é repleto de elementos aerodinâmicos, inclusive estranhas molduras dos para-lamas, que parecem que estão se soltando da carroceria. Elas envolvem as rodas de liga leve, aro 18, com desenho exclusivo. 

Batizadas de Spokw 2-tons, as rodas são calçadas por pneus 225/35 R18. Ele ainda conta com para-choque exclusivo e um generoso spoiler, ponteiras duplas centralizadas e as características lanternas com o desenho da Union Jack, a bandeira britânica.

Sob o capô, ele utiliza a unidade BMW 2.0 turbo de 306 cv e 45,9 mkgf de torque. Trata-se do mesmo motor que equipa o M235 Gran Coupe. O propulsor é conectado a uma transmissão automática de oito marchas e permite acelerar o carrinho de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos e levá-lo a até 265 km/h.

Por dentro, o Mini mantém seu excêntrico estilo, com o grande mostrador centralizado, onde se posiciona a central multimídia (que inclui câmera de ré, conexão Android Auto e Apple CarPlay, além de monitoramento em tempo real do trânsito). Os bancos são esportivos com revestimento em couro do tipo alcântara.