Um novo contingente da Força Nacional de Segurança Pública vai ser deslocado para o Ceará, para atuar por 180 dias auxiliando a Superintendência da Polícia Federal (PF) em ações de combate ao crime organizado.

força nacional

Força Nacional de Segurança Pública vai atuar por 180 dias auxiliando em ações de combate ao crime organizado

O apoio de parte da tropa federativa, formada por policiais militares, civis, bombeiros e peritos cedidos pelos estados e pelo Distrito Federal, foi solicitado pela PF. Assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a Portaria nº 44, publicada no Diário Oficial da União de na quarta-feira (22), não prevê a atuação dos agentes no policiamento ostensivo, ma, sim, no auxílio às ações de polícia Judiciária na investigação de crimes.

Por razões de segurança, a Secretaria Nacional de Segurança Pública, à qual a força está subordinada, não divulga o número de agentes mobilizados em diversas ações. O prazo de atuação do efetivo poderá ser prorrogado a pedido da PF, que deverá prestar o apoio logístico necessário à atuação dos agentes da Força Nacional.

Em janeiro de 2019, 300 agentes da Força Nacional de Segurança Pública foram deslocados para o Ceará a pedido do governo estadual. Na época, o estado enfrentava uma onda de ataques criminosos contra delegacias, agências bancárias e construções como viadutos e torres de telefonia da Grande Fortaleza e de cidades do interior.